comercio exterior

Argentina vuelve a importar cerdo de Brasil, y eso destraba exportación de pasas

El gobierno de Brasil saludó la noticia de la reapertura de la importación argentina de carne de cerdo brasilero. Esto destraba la exportación de pasas sanjuaninas al gigante sudamericano. Mirá la nota en el portal del gobierno de Brasil.
miércoles, 23 de mayo de 2012 · 11:45


Argentina retoma as exportações de carne suína do Brasil

“Está regularizada e reestabelecida a importação da carne suína brasileira pela Argentina”. Com essas palavras, o embaixador da Argentina no Brasil, Luis Maria Kreckler, comunicou o fim do embargo argentino à carne suína brasileira ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho. A reunião ocorreu nesta terça-feira, 22 de junho, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e contou ainda com a participação do cônsul argentino em São Paulo, Augustín Molin Arambarri.
Segundo o embaixador argentino, o secretário do Comércio Interior da Argentina, Guillermo Moreno, reuniu-se hoje com os importadores de carne suína para anunciar o restabelecimento da importação da carne suína brasileira. Este é o primeiro gesto argentino de regularização do comércio bilateral, após a reunião ocorrida na semana passada entre os ministros Mendes Ribeiro Filho, Antonio Patriota (Relações Exteriores) e Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) com o ministro argentino Héctor Marcos Timerman (Relações Exteriores) e o secretário Guillermo Moreno.
A reunião entre o embaixador argentino e o ministro do Mapa também serviu para tratarem quanto à suspensão sanitária de importações de uvas-passas da Argentina. Mendes Ribeiro Filho informou já ter determinado a liberação das importações, assegurando que vai fazer todos os esforços para imediata solução do impasse e liberação da venda desses produtos para o Brasil.
Técnicos dos governos brasileiro e argentino deverão reunir-se novamente para tratarem das pendências de interesse bilateral, incluindo temas agrícolas, provavelmente no dia 4 de junho, em Buenos Aires. Caso não sejam acordadas soluções para os temas da pauta, o Embaixador argentino sinalizou com a possibilidade de uma segunda reunião no dia 15 de junho, no Brasil.

http://www.agricultura.gov.br

Comentarios